Vida

Vida linear, absorta, amorfa, insossa,

Sabor sem gosto de uma brisa sem frescor,

É assim de lado, apagado, mastigado,

Não desafia, não vence, não sofre, não sente,

Rotina, burocracia, hierarquia e constrição,

Palavras fracas reunidas em dez passos de uma cartilha vulgar,

Um dia de cada vez, uma vida para todos os dias,

Sem ditadores, auditores, coordenadores, opressores, proprietários,

Democracia, máquina, cartão express,

Mídia, informação, combinação, alienação,

O som, o toque, o cheiro, o gosto, o olhar,

Diluição em pixels de baixa resolução,

Cinza vida sem abolição,

Escrava de si mesma,

Sem direito à anistia,

A vida pifa ali na esquina,

É retida por sucessões de vírgulas.

Anúncios

Sobre Andreza

Jornalista, tradutora, escritora, sonhadora, dona de casa sem uma casa, irmã caçula e péssima em encontrar uma harmonia com teclados de configurações diferentes. Gosta de ler em demasia, mas a miopia não ajuda. Gosta de escrever com moderação, as palavras precisam ser digeridas.
Esse post foi publicado em Poesia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s